Amazon MP3 Clips

terça-feira, setembro 21, 2010

eu e as minhas dicotomias

Porque eu sou homem e mulher. Porque eu sou deus e animal. Porque eu sou o céu e a Terra, a lua e o mar. Porque eu sou efémera e abarco o infinito. Não digo nada e condenso a alma num só grito. Porque sou e não sou. Porque sou corpo e alma, mente e coração. Porque sou algo que se não pode descrever e ao mesmo tempo tão igual a tantas coisas definíveis. Eu sou liberdade mas estou cativa nos meus medos e preconceitos. Porque eu sou sonhos e viagens. Sou chocolate e morango, quente\frio. Porque su sobrenatural e vulgar. Porque valo ouro e haverá um dia em que o extrume será mais valioso que eu. Porque hoje tenho saudade e amanhã coragem. Porque me mudam as vontades e o pensamento. Porque hoje vês-me, amanhã não me verás mais. Porque sou carne. Porque sou espírito. Sou todos os lugares por onde minh’alma andou, sou todas as pessoas que meu coração amou... sou tudo e não sou nada.



Se sou recordações, um dia irei esquecer o que sou: uma mortal que viveu eternamente, uma tonta que divide o indecomponível na vã esperança de se descobrir.

Sem comentários:

Enviar um comentário