Amazon MP3 Clips

quarta-feira, fevereiro 03, 2010

Não seria eu

Não. Não quero ser trivial, não quero dar-me a essa condição estúpida e repetida.



Não quero rir do que os outros riem, nem sonhar o mesmo que os outros sonham, ou dizem sonhar.


Não quero falar do que toda a gente fala, nem saber o que toda a gente sabe, ou pensa saber.,


Não quero ver o mundo sem o olhar, nem conhecer o outro se este não se conhecer. Não quero perder tempo com coisas que não me interessam.


Não quero chamar as coisas pelo nome que lhe deram mas sim, pelo nome que realmente têm.


Porque eu quero ser diferente e rir do que eu rio, e rir só do que me faz rir.


Sonhar os meus sonhos, e só com o que me faz sonhar.


Falar só do que falo e do que me faz falar e calar.


Saber só o que eu sei, e só o que me desperta curiosidade.


Quero olhar o mundo e ficar diferente com esta visão, ser tocada por ele e por todas as situações que se escondem de vergonha.


Conhecer o outro, conhercer-te a ti que me fazes tão bem. Conhecer só quem me faz bem e dar o meu tempo a quem merece e a mais ninguém.


Ser tocada e modificada pela vida, para deixar de ser trivial, e continuar a crescer, crescer, crescer e ser sempre pequenina.


Porque eu não quero as coisas pela metade, não quero objectos, nem quero estar na viva sem viver, nem viver sem sentir.


Eu quero a verdade, e escolho a verdade em detrimento da mentira, mesmo sabendo que esta implica lágrimas e sorrisos, vitórias e derrotas, ilusões e desilusões.


Eu quero ser eu e não o que não sou. Eu quero ser eu e não o que pensam ou dizem que sou, eu quero ser eu e não aquilo que fazem de mim, eu quero ser diferente e não como sonharam que eu iria ser. Porque aconteça o que acontecer serei sempre eu, e quero ser eu, assim autêntica e de braços abertos para ti.


Talvez me amasses se não me visses assim tão transparente, mas a ti eu venho como sou, sem máscaras, sem defeses , venho eu e só eu. E prefiro que nem gostes de mim, do que ames aquilo que eu fingiria ser se não fosse eu.

Sem comentários:

Enviar um comentário