Amazon MP3 Clips

sábado, janeiro 16, 2010

para a Catarina

Quando a felicidade bater à porta abre-a sem medos, para quê resistir?





por vezes caimos na tentação de resistir à felicidade, de recusar o que nos faz bem e vamos sendo cadáveres adiados(coisa que sei que não és), és muito mais que isso... mas é «sempre mais do que eu te sei dizer»...




se dissesse não faria sentido nenhum e iria atraiçoar o que tu és porque não o diria nunca de forma perfeita!




No entanto és humana...um dia poderás cair nesta tentação, talvez no passado já tenhas caido mas a queda serve para que cada levantamento de vôo seja único...




Não resistas, para quê resistir? Não há tempo a perder com resistências, hesitações e reticências... aqui e agora há a VIDA, há um mundo novo a descobrir todos os dias e só o podes saborear se te atirares de cabeça por ai a baixo para depois subires como uma pluma flutuante! Sei que o farás, talvez só precises do impurrão para que o coração se abra e desarmada como ave que voa, frágil e indefesa mas livre e feliz eu te encontre no meu horizonte...

1 comentário:

  1. ... O encontro das almas marca sempre um (re) começo, seja este bom ou mau! A queda faz parte da vida, e o que seria a vida sem quedas e erguições? Simplesmente nada... porque o nada é tão baixo e o Sempre tão alto, vivamos no ntermédio, no meio termo, no pequeno saborear das coisas boas*_*

    Beijinho no coração Ritinha*

    ResponderEliminar