Amazon MP3 Clips

quinta-feira, abril 07, 2011

Ausência de dúvidas? Não me parece...

Na minha parca opinião, o facto de termos consciência de nós mesmos como seres inacabados e de nos projectarmos no futuro, faz com que nos seja custoso aceitar\acreditar na evidência da morte...
Não quero morrer, mas também não quero viver eternamente. No entanto, esta frase, esta utopia inconsiliável, leva-me a pensar que morrermos depois de termos vivido e por isso, não vivemos eternamente (Não consigo explicar esta ideia por palavras...)
Talvez a morte venha na hora certa, se é que existe uma hora certa, quando a suposta «vida eterna» se torna incomportável, insuportável e é preciso morrer.

Não sei se é a morte que chega ou se é «só» a vida que termina... às vezes duvido da existência da morte...
Estarei a delirar? Não sei, mas parece-me que a morte é um mito que existe para nos lembrar que a vida tem um fim. Tem um fim porque acaba, mas mais que isso, tem um fim porque tem um objectivo, uma fnalidade...

porque é que eu penso tanto nisto?

Sem comentários:

Enviar um comentário